Escola Formação Destaques Qualifica Erasmus+ Alunos Contactos
Erasmus+

Projeto GLAD

Gastronomy, Languages, Art and Discovery 

A gastronomia europeia, assim como o património cultural a que pertence, é um tópico complexo e transversal a muitos campos. Tem raízes geológicas e históricas em territórios específicos, ajuda a definir uma nação, contribui para o desenvolvimento económico de uma região e é motivo de criações artísticas. Portanto, esta é uma abordagem interdisciplinar e transdisciplinar das principais disciplinas das escolas de restauração envolvidas.

O projeto GLAD junta seis escolas de restauração com estruturas, alunos, currículos e objetivos semelhantes. Todas as escolas, se não todos os professores, têm alguma experiência em projetos Erasmus+ e internacionais e este projeto em particular faz parte do Plano de Desenvolvimento Europeu de cada escola e da sua estratégia de internacionalização.

Todos partilhamos dos mesmos compromissos: preparar os alunos para o mercado de trabalho, ampliar os seus horizontes, adicionar uma dimensão europeia às suas vidas pessoais e profissionais. Queremos ajudá-los a melhorar as suas competências profissionais, analíticas, linguísticas, informáticas, culturais e sociais, porque isso ajudá-los-á a entrar no mercado de trabalho e a tornarem-se cidadãos plenos. Como todas as escolas são profissionais, a aprendizagem baseada no trabalho será a principal abordagem de aprendizagem, mas também abordaremos a gastronomia em outras dimensões/áreas disciplinares: História, Geografia, Economia, Artes, Idiomas. Os alunos terão uma melhor visão da cultura gastronómica de seu país e aprenderão com os colegas sobre outras gastronomias. Utilizarão o inglês para comunicar com os colegas europeus e desenvolverão autoconfiança e autonomia.

O projeto incluirá todos os departamentos de restauração em cada escola, mesmo que nem todos os alunos possam participar nas mobilidades internacionais. Cerca de 150 a 200 alunos de 15 a 19 anos participarão ativamente das tarefas que serão definidas ao longo do projeto de dois anos e cerca de 70 deles, com algum tipo de dificuldade, enfrentando obstáculos sociais, económicos ou diferenças culturais. Superar a exclusão é uma das nossas prioridades e esperamos que, trabalhando com competências essenciais e soft skills, consigamos conduzir os alunos que têm menos oportunidades, melhorando sua capacidade de interagir na sociedade e sua empregabilidade. O projeto implicará uma grande variedade de atividades e usará muitas ferramentas digitais, incluindo o eTwinning e o Twinspace, para maximizar o número de participantes. Alunos de outros departamentos também participarão quando a escola for anfitriã de encontros internacionais.

Durante todo o projeto, os alunos terão que realizar tarefas comuns, relacionadas com o desenvolvimento de uma ementa. Produzirão receitas, apresentações, análises que serão incluídas num livro de receitas, a ser editado no final do projeto. Todas as produções também estarão disponíveis no Twinspace e na Plataforma de Resultados do Projeto Erasmus+. Também serão organizadas mobilidades em cada escola e os programas incluirão sempre um horário especial para os alunos trabalharem juntos no restaurante ou na cozinha. Os participantes visitarão produtores locais de alimentos e vinhos (para enfatizar os vínculos com a economia do território), restaurantes ou hotéis (com objetivos profissionais), museus ou locais de interesse para ver a ligação entre gastronomia e outras áreas do currículo, como Artes ou História. Todas as escolas parceiras cooperaram e comunicaram com eficiência no processo de candidatura, partilhando responsabilidades de acordo com os pontos fortes e os desejos de cada escola. Os contactos por videoconferência e email ou via grupo do WhatsApp serão regulares. Planeamos um evento conjunto de formação da equipa no início do projeto, durante o qual todos partilharemos uma experiência de desenvolvimento profissional.

O projeto terá um impacto positivo no bem-estar e nas competências profissionais de alunos e professores. Contribuirá para aumentar a motivação e acreditamos possa ter um impacto positivo no clima da escola. Será criado um livro de receitas e cada escola terá cópias em papel que poderão ser usadas no futuro para criar menus europeus ou como recurso nas aulas de inglês. No Twinspace estarão disponíveis todos os materiais publicado para todos os parceiros após o final do projeto. Algumas escolas poderão decidir continuar a trabalhar juntas e a experiência adquirida neste projeto contribuirá para parcerias futuras. As atividades de divulgação garantirão que o maior número possível de alunos possa se beneficiar do projeto. Este projeto, apoiado pelo programa Erasmus+ desempenha, em última análise, um papel fundamental na realização pessoal e profissional de alunos e professores e nas estratégias de internacionalização das escolas. 

 

Instituições Parceiras:

Lycee Le Gue a Tresmes (França) – Coordenador
Escola Profissional de Salvaterra de Magos (Portugal)
Istituto di Istruzione Secondaria Superiore Salvatore Pugliati (Itália)
Lycee Hotelier Sainte-Anne (França)
Moravska strední skola s.r.o. (República Checa)
Srednja Skola Mate Blazine Labin (Croácia)